quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Casa de Gisele Bundchen dobra de preço depois da reforma


Mansão de U$ 20 milhões de Gisele Bundchen tem adega e piscina em formato de lagoa
Terreno foi comprado em 2008 por U$ 11 milhões. Os 2 mil m² da residência abrigam oito quartos e muitos atrativos
Mansão de Gisele Bundchen é vizinha das casas de Arnold Schwarzenegger, Heidi Klum e Seal 

A modelo Gisele Bundchen e seu marido Tom Brady, jogador de futebol americano do New England Patriots, estão com a casa praticamente pronta. O casal ainda está adicionando os toques finais, mas já podem desfrutar dos atrativos que o imenso lar oferece.

Vizinhos de estrelas como Arnold Schwarzenegger, Heidi Klum e Seal, o casal já vive em sua mansão de 2 mil metros quadrados, que custou a eles U$ 20 milhões (aproximadamente R$ 40,5 mi), em Brentwood, Los Angeles (Califórnia, EUA). As informações são da publicação Daily Mail.

Freire Negócios Imobiliários

Na verdade, o casal comprou o terreno em 2008 por U$ 11 milhões (cerca de R$ 22,3 mi). No entanto, o valor subiu ao executar a construção de uma mansão com tamanho espaço, oito quartos, garagem para seis carros, adega e piscina em forma de lagoa com spa, entre outros atrativos.

Um espaço para jogar basquete e área privada com balanças e escorregadores para as crianças brincarem também fazem parte do investimento.

Piscina fica em área com spa e espreguiçadeiras
O famoso casal aprecia atividades físicas e é constantemente fotografado em caminhadas, andando de bicicleta e correndo. A mansão escolhida para a moradia da família fica próxima a uma montanha, onde terão oportunidades de fazer escaladas.

O imóvel fica próximo à residência onde o filho de Brady, John, mora com a mãe, atriz Bridget Moynahan.

Vista da mansão ainda sendo construída, em 2011
Após enfrentar a ira de ambientalistas por construir uma mansão imensa para uma família de apenas cinco integrantes, a modelo rebateu as críticas de que provocaria muito desperdício com ar condicionado e outros equipamentos.

A top logo justificou que utilizaria estratégias como energia solar, recuperação de água de chuva e outros meios que não causem tantos danos à natureza.
Postar um comentário